De acordo com Paulo Guedes, se não avançar neste, esta será a 1ª proposta de um eventual segundo mandato do atual Presidente.

Conforme palavras do Ministro, ele acredita que a reforma, que se encontra paralisada, será encaminhada logo no 1º mês do próximo governo, fazendo referência a proposta que muda as regras do IR (imposto de renda), por meio da qual, segundo o projeto apresentado pelo governo em 2021 a proposta reduziria o IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica) e haveria a correção da tabela do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física), em contrapartida, propõe a taxação dos lucros e dividendos.

Outrossim, Guedes mostrou-se confiante no desempenho do centro-direito nas eleições deste ano. Segundo ele, com a perspectiva de reforma no Congresso, com partidos de centro-direita ampliando a votação.

Para conferir na íntegra, acesse: https://www.poder360.com.br/economia/reforma-tributaria-sera-1o-ato-do-proximo-governo-diz-guedes/