Vitória do São Paulo em cima do Atlético – GO nos pênaltis e classificação para a final da Copa Sul-Americana. Eliminação do Palmeiras da Copa Libertadores em casa pelo Athletico, e fim do sonho da conquista do Mundial de Clubes em 2022 (título inédito ou não, eis a questão!). Na ponta da tabela do Brasileirão a disputa permanece acirrada pela liderança entre Palmeiras, Flamengo e Corinthians.

As disputas jurídicas também estão dando o que falar: Santos, Paraná, Cruzeiro são os times com novidades essa semana.

Essa semana, Rueda, presidente do Santos, voltou descartar a possibilidade de o Peixe se tornar SAF. Em suas palavras: “Não serei o presidente que vendeu o clube”. Já explicamos aqui que o clube santista aderiu ao Regime Centralizado de Execuções (RCE), instrumento previsto na Lei da SAF, defendendo que clube-associação, mesmo sem ser SAF, pode usar o benefício – entendimento rejeitado pelo recente provimento do TST, que detalhamos na última rodada do Bola da Vez. Será que o Santos vai conseguir aproveitar apenas os bônus da nova lei, sem se sujeitar aos ônus?

No processo do Paraná Clube chegou o plano de recuperação judicial. Os credores poderão ter acesso as condições de recuperação do clube e, caso não concordem, apresentarão objeção. Em breve será designada a assembleia geral de credores, momento que os credores poderão votar pela aprovação ou rejeição do plano, o que poderá significar a falência do clube.

Em Minas, o Cruzeiro viu ser negado o pedido de diminuição dos milionários honorários aos administradores judiciais. O clube alega incapacidade financeira. Entretanto, o juiz entendeu que o trabalho dos administradores será grande, por isso, manteve sua decisão.

Essa foi a 9ª rodada do Bola da Vez. Curta, comente, compartilhe, e não deixe de acompanhar!